Foto-Andreia-de-Barros-pilates-e-eu-1-e1540090056529-1280x960.jpg

Saúde Bem Explicada20 de outubro de 20184min176

Pratiquei pilates pela primeira vez  há uns  10 anos,  no centro do Rio. Eu trabalhava por lá  e amei  a  atividade  física desde a primeira aula. O motivo da paixão? O resultado vem muito rápido.  Eu estava tão encurtada que até  até para abaixar e  pegar qualquer objeto que tinha caído era um sacrifício. Parecia uma pessoa com 70 anos, sem exagero.  Um dos grandes benefícios do  pilates é ganhar muita flexibilidade.  De  três anos para cá, a vida mudou completamente.  Perdi o bom emprego como jornalista responsável pela  comunicação interna na Casa da Moeda do Brasil, criei esse blog de saúde e me reinventei como reflexologista podal, uma técnica oriental  de leve pressão e massagem nos pés em pontos correspondentes aos órgãos do corpo.

Estou simplesmente amando essa minha reinvenção profissional e sabe por que?  Vejo o quanto ajudo as pessoas a superarem problemas tanto emocionais como dores físicas.  E isso, meus caros, não tem preço.  Voltando ao pilates,  comecei há uns 3 meses a buscar um estúdio bom para a prática.   Uma colega  me recomendou  a Unifisio, da fisioterapeuta Andréia de Barros em Copacabana, na rua Miguel Lemos, bem perto da minha casa, o que considero fundamental já que tenho pouco  tempo disponível .Já tinha ido a uns 2 ou 3 antes mas não tinha me apaixonado e sem paixão não faço nadinha. Foi quando conheci a Unifisio, da fisioterapeuta  Andréia de Barros.  Marquei  uma aula experimental. Adorei a  Andréia, o estúdio e decido começar naquele momento. Sem exagero: na terceira aula ja comecei a me sentir mais alongada.   Estou há um mês praticando e além de estar  bem menos travada, abaixando  com  muito mais facilidade,  trabalho lá nos aparelhos comuns aos outros estúdios  mais com várias diferenças. Além disso ,  por conta da reflexologia preciso fazer exercícios específicos para as mãos e coluna, caso contrário, minha nova carreira teria vida curta.  Por que demorei 3 anos para voltar ao pilates? Simplesmente porque a vida virou de cabeça para baixo  com o desemprego e a perda do meu único irmão, em  3 semanas, vítima de um câncer de pulmão devastador . Tenho pais idosos, graças a Deus , e claro, preciso de tempo para cuidar deles.  Quanto ao pilates, fico feliz  por ter acertado  na escolha desse espaço.  O motivo desse post foi que a última quarta-feira, quando chego no estúdio me deparo com  a seguinte  mensagem: Boa forma física é o primeiro requisito de felicidade. De maneira a alcançarmos esta felicidade é fundamental ganhar domínio do seu corpo. Se você está com 30 anos e está rígido e fora de forma, você está velho.Se você está com 60 anos e está maleável e forte, você está novo (Joseph Pilates).  Viu só como acertei na escolha? rsss.

Bom domingo para vocês.