28-12-2017-odontologia-estetica-1280x853.jpg

Saúde Bem Explicada28 de dezembro de 20174min248

Conheça o tratamento que preenche sulcos ou rugas, hidrata a pele, esculpe o lábio e melhora o contorno de toda a face, além de tratar disfunções temporomandibulares e bruxismo

 A Estética Orofacial, também conhecida como Harmonização Orofacial, tornou-se uma constante nos consultórios de todo país. A área, que integra a odontologia, é ainda relativamente recente no Brasil, e tem o objetivo de manter o equilíbrio entre a parte funcional e estética do conjunto da face, possibilitando ao paciente maior conforto e autoestima.

De acordo com recentes pesquisas, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de países com maior número de tratamentos estéticos e cirurgias plásticas, com aproximadamente 2 milhões de procedimentos ao ano, perdendo apenas para os Estados Unidos, e ter um rosto firme, bem desenhado e harmônico, ao longo dos tempos, tornou-se um objeto de desejo de muitas pessoas.

De acordo com a Dra. Tereza Scardua, que é odontologista e especialista em estética orofacial, muitas vezes o paciente realiza a reabilitação odontológica e funcional da boca e somente ao término do tratamento percebe que aquele novo sorriso não harmoniza mais com o restante do rosto. Nesta hora entra a Harmonização Orofacial, um procedimento em que são injetadas substâncias para preencher sulcos ou rugas, hidratar a pele e melhorar o contorno de toda a face. A técnica também permite realizar uma escultura labial, redefinindo a forma dos lábios, aumentando o volume ou apenas realçando o contorno, de acordo com as necessidades de cada paciente.

É valido lembrar que, além de benefícios estéticos, o tratamento atua na melhora de problemas de saúde como disfunção de ATM, bruxismo e dor orofacial, auxiliando, por exemplo, tanto pacientes que rangem quanto os que apertam os dentes.

Para o procedimento, são utilizadas substâncias como a toxina botulínica, mais conhecida como botox, e o ácido hialurônico, substância vital natural que auxilia na juventude da pele, atuando para manter seu aspecto estável, protegido, e renovado constantemente.

Mas a especialista alerta, estar atento aos tipos de técnicas, substâncias e profissionais para a execução do método é de extrema importância e deve ser levado em consideração, para que o sonho de ter um rosto mais proporcional não se torne um pesadelo!

Sobre a Dra. Maria Tereza Scardua

 A Dra. Scardua é graduada em odontologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), especialista em ortodontia pela Universidade Estadual de São Paulo (USP), mestre em disfunção temporomandibular e dor orofacial pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pós-graduada em saúde baseada em evidências científicas pelo hospital Sírio Libanês.

Tereza Scardua possui vários artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais, que versam sobre seu trabalho com extensa experiência em tratamentos ortodônticos de adultos, casos cirúrgicos e crianças.

A profissional também é membro das Associações Americana e Brasileira de Ortodontia, e da Academia Internacional de Estética Facial, além de deter o título de diplomada pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia facial, que é mundialmente reconhecido, bem como do National Board Dental Examination (NBDE), dos Estados Unidos.

Fonte: Duetto Comunicação